Economia Banco estatal alemão empresta até 10 mil milhões a PME ibéricas

Banco estatal alemão empresta até 10 mil milhões a PME ibéricas

Schäuble quer uma "acção rápida" com "resultados visíveis" no financiamento a PME de Portugal e Espanha. Os empréstimos podem oscilar entre e 1 e 10 mil milhões de euros.
Banco estatal alemão empresta até 10 mil milhões a PME ibéricas
Reuters
Nuno Carregueiro 26 de maio de 2013 às 22:06

O Kfw, banco estatal da Alemanha, vai conceder empréstimos a pequenas e médias empresas de Portugal e Espanha, projectando um valor total de financiamento com 10 dígitos, ou seja, acima de mil milhões de euros, mas inferior a 10 mil milhões de euros. Esta intenção consta de uma carta enviada pelo ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, ao seu congénere com a pasta da Economia, Philipp Roesler.

 

De acordo com a publicação alemã Der Spiegel, que cita a carta entre os dois ministros, as PME gregas também podem beneficiar com este financiamento, que será concedido de forma indirecta. O banco de fomento alemão emprestará o dinheiro a entidades públicas dos respectivos países, que depois concedem o financiamento ou entram no capital das empresas, beneficiando com uma taxa de juro mais reduzida que a praticada no mercado doméstico.

 

Na semana passada, após um encontro entre Vítor Gaspar e Wolfgang Schäuble, já tinha sido revelada esta intenção da Alemanha em conceder financiamento às empresas portuguesas, não tendo sido referido até à data qualquer valor de referência, nem as condições dos empréstimos. Também à Espanha a Alemanha tem prometido vários programas de apoio bilateral, numa estratégia que, como noticiou a Reuters, é vista como uma forma de melhorar a imagem do país na Europa, já que a Alemanha tem sido acusada de impor a austeridade que está a causar uma forte subida do desemprego nos países do Sul da Europa.

 

Na referida carta o ministro alemão promete uma "acção rápida" e com "resultados visíveis" neste programa de financiamento das PME, defendendo ainda que nos países em crise devem ser relaxadas as regras que impedem auxílios estatais.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI