Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco central da Índia inicia saída dos estímulos monetários

O banco central da Índia deu o primeiro passo na retirada dos estímulos à economia, obrigando os bancos comerciais a aumentarem a quantidade de obrigações que estes devem deter, devido ao crescimento da pressão inflacionista.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 27 de Outubro de 2009 às 10:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O banco central da Índia deu o primeiro passo na retirada dos estímulos à economia, obrigando os bancos comerciais a aumentarem a quantidade de obrigações que estes devem deter, devido ao crescimento da pressão inflacionista.

“Pode ser apropriado preparar a saída [das medidas de estímulo] de uma forma equilibrada”, disse o governador do banco central, Buvvuri Sbbarao, depois de aumentar o rácio de liquidez legal para 25% de 24%.

A taxa de juro de referência para a economia permanece inalterada e a estimativa de crescimento do banco central para a economia é de 6% “com um enviesamento positivo”, segundo a Bloomberg.

“Vamos ver as economias do G-20 a retirarem os planos de estímulo agora, começando com as economias emergentes e depois para os países desenvolvidos”, disse o economista-chefe da Kotac Securities, Mridul Saggar à Bloomberg. “No caso da Índia, o crescimento está a voltar ao seu caminho e a inflação está a tornar-se uma preocupação”, acrescentou.

As acções do índice Bombay Stock Exchange Sensitive caíram 2,3% para 16.351,58 pontos, registando a maior queda dos últimos dois meses.

Ver comentários
Outras Notícias