Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco de Portugal está mais optimista sobre retoma económica

O Banco de Portugal está mais confiante na retoma económica do que estava em Janeiro, disse hoje o governador do banco central português num almoço promovido pela Câmara do Comércio e Indústria Luso-Sul Africana.

Negócios negocios@negocios.pt 24 de Junho de 2004 às 16:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco de Portugal está mais confiante na retoma económica do que estava em Janeiro, disse hoje o governador do banco central português num almoço promovido pela Câmara do Comércio e Indústria Luso-Sul Africana.

«Com os dados de hoje estamos mais confiantes na retoma económica do que estávamos no início do ano», afirmou o governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, citado pela agência Lusa.

A recuperação da actividade na União Europeia acima das expectativas justificam esta melhoria na confiança, explicou o governador. No mesmo sentido apontam os números divulgados sobre o consumo e o investimento, referiu o governador, que não os especificou.

No princípio de Julho serão divulgadas as novas previsões do Banco de Portugal para 2004 e 2005, no boletim anual do banco, relembrou Constâncio.

Os cenários apresentados em Dezembro último, no boletim económico, previam que Portugal crescesse entre zero e 1,5 por cento em 2004, puxado pela recuperação lenta do consumo (zero a 1,5 por cento) e pela subida das exportações (4,75 a 6,75%). O investimento deve voltar a contrair-se este ano, a par do investimento público, segundo as contas do Banco de Portugal.

Constâncio voltou a dizer que a recuperação económica portuguesa será lenta e que os problemas orçamentais não estão ainda resolvidos.

«Portugal precisa de melhorar o seu crescimento potencial de longo prazo», acrescentou o governador, pelo que precisa de apostar na melhoria das instituições e da produtividade. Consequentemente, o aumento da competitividade vai surgir e Portugal vai poder voltar ao processo de convergência com os parceiros comunitários.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias