Economia Barack Obama já chegou a Cuba  

Barack Obama já chegou a Cuba  

O presidente dos Estados Unidos aterrou em Havana por volta das 20:20, hora de Lisboa.
Barack Obama já chegou a Cuba  
Reuters

Já começou a viagem histórica de Barack Obama a Cuba. O Air Force One aterrou no aeroporto internacional José Martí por volta das 20:20, hora de Lisboa. O presidente dos Estados Unidos saiu do avião quando passavam poucos minutos das 20:30 acompanhado pela mulher, Michelle Obama, as duas filhas e a sogra.

Numa curta mensagem na rede social Twitter, divulgada pouco depois de aterrar, Barack Obama escreveu em espanhol, usando uma expressão popular para perguntar como estão os cubanos ("'Que bolá Cuba?'") e mostrou-se "ansioso para conhecer e ouvir directamente o povo cubano".


Barack Obama é o primeiro presidente norte-americano a visitar Cuba desde 1928

Roteiro da visita de Obama a Cuba

O presidente dos Estados Unidos vai encontrar-se com os funcionários da embaixada americana e visitar a parte histórica de Havana, incluindo a catedral, local onde vai reencontrar o cardeal Jaime Ortega, que intermediou, com a ajuda do Papa Francisco, as negociações para o acordo de 2014 entre Washington e Havana.

Na segunda-feira, Obama começa o dia a depor uma coroa de flores no memorial de Jose Marti, um dos heróis cubanos da revolução falhada do final do século XIX. Logo depois, Obama encontra-se pela primeira vez com o presidente cubano, Raúl Castro. Será uma ocasião para analisar os progressos nas relações entre os dois países, em áreas em que há acordo e noutras em que não há – como os direitos humanos, nota o The Guardian. No final, haverá uma conferência de imprensa conjunta.

 

Logo depois, o presidente americano vai reunir-se com empresários cubanos, numa ocasião em que estarão presentes empresários americanos e americanos de origem cubana que participam na visita. À tarde, Obama vai ainda assistir a um jogo de basebol entre os Tampa Bay Rays e a selecção nacional de Cuba, no Estádio Latinoamericano. Está ainda previsto encontrar-se com dissidentes cubanos e membros do governo do país. Da agenda não consta nenhum encontro com Fidel Castro.

 

À noite, Raúl Castro oferece um jantar de Estado à família do presidente americano no Palácio da Revolução.

 

O discurso que tem gerado expectativas está marcado para terça-feira de manhã, no Gran Teatro Alicia Alonso. Na plateia vão estar pelo menos mil pessoas, entre as quais várias convidadas pelos EUA, e o discurso vai ser transmitido em directo pela TV cubana. O conselheiro Ben Rhodes descreve o discurso como "um grande momento na história dos dois países", por se tratar do "primeiro discurso de um presidente americano em Cuba em quase 90 anos".

(Notícia actualizada às 21:09)




Notícias Relacionadas
Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI