Política BE acusa Rio de querer garantir que "nada é feito sem o acordo da direita"

BE acusa Rio de querer garantir que "nada é feito sem o acordo da direita"

Catarina Martins falou no encerramento do Fórum Educação 2018 do BE, que decorreu durante todo o dia na Escola Secundária Maria Amália Vaz de Carvalho, em Lisboa, para debater várias questões ligadas ao ensino.
BE acusa Rio de querer garantir que "nada é feito sem o acordo da direita"
Lusa
Lusa 17 de fevereiro de 2018 às 19:41
A coordenadora nacional do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, acusou, este sábado, o novo líder do PSD, Rui Rio, de querer reformar o regime político apenas para garantir que "nada é feito sem o acordo da direita".


Catarina Martins disse ter escutado declarações de Rui Rio no decorrer 37.º Congresso do PSD, em Lisboa, nomeadamente sobre a questão do regime político e da necessidade de acordos de regime.


"Rui Rio garantiu várias vezes no seu discurso, que Bloco Central nem pensar, mas que é preciso um acordo de regime para mudar o regime, para ter a certeza de que nada é feito sem o acordo da direita", declarou a líder bloquista.


"Ou seja, precisamos mesmo de uma mudança do regime político que tire qualquer capacidade à esquerda de definir políticas, e que dê à direita o veto de todas as políticas, sejam elas sobre a gestão democrática da escola, sobre o investimento ou sobre o salário e o trabalho no país", concluiu.


Para Catarina Martins, "é como dizer que é preciso reformar o regime político e começar por garantir que o PSD consegue levar o regime político para casa".




A sua opinião407
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Anónimo 18.02.2018

Há uma modesta redução no número de excedentários do sector bancário português, o que é tendencialmente positivo mas não deixa de ser limitado e pouco ambicioso nos tempos que correm em todo o mundo, e por outro lado verifica-se um aumento no número de excedentários do sector público português onde não se pode despedir e a gestão de recursos humanos é algo eternamente indecifrável, em total contra-ciclo com o que ocorre nas economias e sociedades mais avançadas nossas credoras, investidoras directas, grandes consumidoras de turismo e em muitos casos subsidiadoras. Em Portugal, as pessoas da esquerda no geral e os partidos de esquerda em particular perderam não só a vergonha como o bom senso.

comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Economy of Russia We n we publish all of them hot and global events Russia, analytics experts. All bad on earth happens with the quiet tacit consent of the indifferent. No one provides us with incentives. We are Volunteers. We are building a civil society. The people are the bearer of sovereignty an

Anónimo Há 2 semanas

Selected sites. We n we publish all of them hot and important news Russia, estimates experts. All evil in the world exists with the quiet tacit consent of the indifferent. No one provides us with incentives. We are Volunteers. We are building a civil society. The people are the bearer of sovereignty

Anónimo 27.03.2018

Russian news We n we publish all of them current and advanced facts USA, estimates experts. All evil in the world exists with the quiet tacit consent of the indifferent. No one provides us with incentives. We are People. We are building a civil society. The people are the bearer of sovereignty and t

Anónimo 16.03.2018

??USA political news. We n we publish all of them hot and advanced facts Russia, estimates experts. All bad on this planet exists with the quiet tacit consent of the indifferent. No one provides us with incentives. We are Enthusiasts. We are building a civil society. The people are the bearer of sov

ver mais comentários
pub