Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Beneficiários da ADSE devem começar a pagar mais a partir de Maio

Descontos para os subsistemas de saúde vão passar de 2,5% para 3,5%.

Marlene Carriço marlenecarrico@negocios.pt 24 de Abril de 2014 às 13:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

Os funcionários públicos e pensionistas do Estado vão passar a descontar mais 1% para os subsistemas públicos de saúde. A medida devia ter entrado em vigor em Março, mas, de acordo com a Comissão Europeia, a medida só deverá ser aplicada em Maio.

 

O aumento dos descontos para a ADSE, a SAD (subsistema dos polícias) e a ADM (subsistema de saúde dos militares) foi anunciado logo no início deste ano, como medida alternativa ao chumbo do diploma da convergência das pensões. Segundo o Governo a medida permitiria poupar 160 milhões de euros em 2014, embora nos documentos oficiais a poupança inscrita seja de 133 milhões de euros.

 

Porém, o decreto-lei acabou por ser vetado pelo Presidente da República, tendo voltado ao Parlamento desta vez como proposta de lei, que já foi entretanto aprovada. Cavaco Silva só poderá voltar a vetá-lo mais uma vez.

 

Houve, assim, um atraso na aplicação da medida e portanto a poupança também já ficará abaixo daquela que tinha sido anunciada, segundo o relatório da Comissão Europeia a propósito da 11ª avaliação ao programa de ajustamento português. Segundo o mesmo relatório, a expectativa é que as alterações vigorem já a partir de Maio.  

 

Os descontos para os subsistemas de saúde têm vindo a aumentar no último ano. A primeira subida foi em Agosto, de 1,5% para 2,25%, a segunda em Janeiro, para 2,5% e finalmente esta alteração.

 

Com este último aumento o Governo antecipa a meta do memorando que previa a autosustentabilidade dos subsistemas a partir de 2016. A ADSE fica já auto-sustentável, embora os outros dois subsistemas continuem deficitários este ano.

Ver comentários
Saber mais ADSE ADM SAD subsistemas Comissão saúde descontos
Mais lidas
Outras Notícias