Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bolsa nacional sobe 1,5% com 19 cotadas em alta

A praça de Lisboa já acentuou a tendência positiva do início da sessão e sobe mais de 1%, numa altura em que 19 das suas cotadas valorizam.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 02 de Dezembro de 2010 às 09:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
O PSI-20 soma 1,50% para os 7.653,67 pontos, com 19 empresas a subirem e uma inalterada. Nos restantes índices do Velho Continente, a tendência volta a ser positiva, com os investidores a serem animados pela expectativa de que hoje o Banco Central Europeu (BCE) anuncie novas medidas para tentar travar a crise da dívida soberana na Europa.

Entre os principais mercados accionistas europeus, apenas o espanhol supera o desempenho do português, ao apreciar mais de 2%.

A atenções dos mercados estarão hoje voltadas para a reunião mensal de política monetária do BCE pois, ainda que não se esperem alterações na taxa de juro de referência da região, há uma grande expectativa em torno das medidas que poderão ser anunciadas por Jean-Claude Trichet.

A Portugal Telecom que esteve já a desvalorizar no início da sessão e foi a única cotada a fechar no vermelho na sessão de ontem é agora a empresa que mais pesa na tónica positiva do mercado nacional. A operadora sobe 2,25% para os 9,982 euros.

No restante sector das telecomunicações, a Sonaecom ganha 4,14% para os 1,358 euros e a Zon Multimédia soma 2% para os 3,213 euros.

A Galp Energia avança 1,87% para os 13,64 euros, num dia de ganhos para os preços do petróleo nos mercados internacionais. A petrolífera está a ser animada pela nota de investimento do Goldman Sachs que subiu a avaliação das suas acções para os 16,2 euros, dos anteriores 15,3 euros. A recomendação atribuída permaneceu em “manter”.

Ainda no campo da energia, a Energias de Portugal ( EDP) avança 1,13% para os 2,515 euros, enquanto a EDP Renováveis soma 1,14% para ser negociada nos 3,911 euros.

Nota positiva também para a Jerónimo Martins que aprecia 1,32% para os 11,54 euros.

No sector financeiro, todos os títulos partilham da tendência de ganhos, um comportamento liderado pelo Banco Espírito Santo ( BES) que valoriza 2,12% para os 2,941 euros. O Banco Comercial Português ( BCP) aprecia 0,64% para os 0,631 euros e o BPI valoriza 1,60% para os 1,464 euros.

A maior subida da sessão é protagonizada pela Sonae Indústria que valoriza 4,22% para os 1,875 euros. No topo das maiores valorizações surge ainda a Mota-Engil, empresa que acumula a maior queda da bolsa nacional desde o início do ano, ao subir 2,59% para os 1,781 euros.

Mais de 2% avançam também a Inapa e a Altri, com as suas acções a valerem 0,40 euros e 3,515 euros, respectivamente.

Apenas a Redes Energéticas Nacionais ( REN) não partilha das subidas generalizadas da sessão e segue inalterada nos 2,52 euros.




Ver comentários
Saber mais Bolsa portuguesa PSI-20 BCE Crise da dívida Zona Euro BCE
Mais lidas
Outras Notícias