Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Câmaras obrigam Estado a pagar factura do "Magalhães"

As câmaras municipais recusam pagar a factura do acesso à internet do Magalhães, como pretendia o Governo, noticia o "Diário de Notícias". As Direcções Regionais de Educação do Norte e Centro enviaram propostas por escrito a todas as autarquias para que estas pagassem o acesso dos alunos à Net em casa, o que implica o pagamento, em média de 50 euros pelo modem e 250 por cada ligação.

Negócios negocios@negocios.pt 29 de Dezembro de 2008 às 07:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
As câmaras municipais recusam pagar a factura do acesso à internet do Magalhães, como pretendia o Governo, noticia o “Diário de Notícias”. As Direcções Regionais de Educação do Norte e Centro enviaram propostas por escrito a todas as autarquias para que estas pagassem o acesso dos alunos à Net em casa, o que implica o pagamento, em média de 50 euros pelo modem e 250 por cada ligação.

Com esta medida, o Governo pretendia dividir com as autarquias a factura a pagar no futuro às operadoras que estão a financiar o projecto. O Executivo comprometeu-se a compensar as empresas de telecomunicações, caso o que elas estão a investir a fundo perdido não seja suficiente para pagar o e-escolhinhas (programa que gere a atribuição dos computadores).

A possibilidade de José Sócrates ter de pagar do cofres do Estado é cada vez mais certa: é que, além da recusa das câmaras, neste momento apenas 230 mil pais se inscreveram- para receber o Magalhães - menos de metade dos 500 mil pretendidos até final do ano lectivo . Por outro lado, só foram entregues 35 mil Magalhães em todo o País.

Este cenário significa que muito dificilmente se conseguirá atingir a quantidade de assinaturas suficiente para evitar o pagamento da factura por parte do Governo.

E as autarquias não estão dispostas a suportar estes custos, de acordo com o “Diário de Notícias”.

Ver comentários
Outras Notícias