Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Câmara de Portalegre conquistada por movimento independente

A Câmara Municipal de Portalegre, gerida pelo PSD, foi conquistada pelo movimento Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP), liderado por Adelaide Teixeira, segundo fontes das várias candidaturas.

Lusa 30 de Setembro de 2013 às 00:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

"A vitória é dos portalegrenses, não é minha. Foi por eles que se uniram vários cidadãos em representação deste povo que tanto amamos", afirmou Adelaide Teixeira em declarações à agência Lusa nas ruas de Portalegre, enquanto festejava a vitória.

 

Adelaide Teixeira dirige o município de Portalegre desde 2011, pelo PSD, mas candidatou-se às autárquicas pelo CLIP, depois das estruturas locais do PSD terem optado por apostar no médico Jaime Azedo.

 

Esta foi a primeira vez que surgiu no concelho de Portalegre um movimento independente, em resultado de alegadas divergências internas nas estruturais locais do PSD no processo de escolha do candidato ao município.

 

Adelaide Teixeira, de 51 anos, afirmou que vai "continuar a trabalhar" no sentido de reduzir a divida do município para "não hipotecar" o futuro dos portalegrenses.

 

Contactado pela Lusa, o candidato do PS, José Pinto Leite, assumiu a derrota e garantiu que vai ocupar o lugar de vereador, reconhecendo que "não estava à espera" de perder as eleições.

 

A CLIP obteve 42,44 por cento dos votos (quatro mandatos), enquanto o PS alcançou 23,89 (dois mandatos), tendo a CDU ficado com 17,51 (um mandato).

Ver comentários
Saber mais Câmara Municipal de Portalegre Adelaide Teixeira Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP)
Outras Notícias