Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Câmara do Porto decide pela permanência das obras de Miró na Casa de Serralves

O presidente da Câmara do Porto anunciou esta sexta-feira que a colecção de obras de Joan Miró provenientes do antigo Banco Português de Negócios (BPN) vai permanecer na Casa de Serralves, sendo o modelo institucional anunciado "dentro de dias".

Bloomberg
Lusa 30 de Setembro de 2016 às 20:38
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

"Depois de uma prudente ponderação, entendi que esta colecção notável, coerente e indissolúvel, agora sob a tutela da Câmara Municipal do Porto, não poderia, de momento, ficar em melhor lugar do que aqui na Casa de Serralves", declarou o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, depois da inauguração da exposição "Joan Miró: Materialidade e Metamorfose".

"Com a pronta concordância da Fundação, posso agora revelar que este novo polo cultural do município ficará instalado nesta casa maravilhosa e queria também dizer que o senhor arquitecto Siza Vieira já aceitou o encargo de transformar esta casa de tal forma a que a colecção possa ficar aqui de forma permanente", acrescentou.

 

Por seu lado, a presidente da Fundação de Serralves, Ana Pinho, declarou que a decisão não foi tomada "antes de o assunto ser abordado e também recolher a opinião da directora do museu de Serralves", pelo que "a todos pareceu que era uma boa decisão".

"Todos compreenderão que a Fundação de Serralves tem todos os recursos técnicos para garantir a maximização deste projecto e ninguém compreenderia se tentasse replicar na Câmara Municipal do Porto estas competências", acrescentou Rui Moreira, que agradeceu aos vários intervenientes ligados ao processo, em particular ao primeiro-ministro, António Costa, para com quem "o Porto fica para sempre com uma dívida de gratidão".

 

Sobre o modelo de gestão, Rui Moreira disse ter garantido ao ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, que "nada disto onerará o Estado", pelo que "o município do Porto não terá dificuldade em fazer o investimento que for necessário e naturalmente depois Serralves terá aqui à sua guarda esta exposição e de certeza que fará itinerância".

 

Questionado sobre as eventuais alterações ao edifício, o arquitecto Siza Vieira afirmou aos jornalistas não prever "grandes transformações: "nem era de esperar, porque a Casa [de Serralves] é um monumento nacional".

Ver comentários
Saber mais Câmara Municipal do Porto Casa de Serralves Rui Moreira Joan Miró
Outras Notícias