Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cameron reuniu com Banco de Inglaterra e Tesouro para preparar possível saída da Grécia do euro

O primeiro-ministro britânico quer preparar o Reino Unido para o cenário de saída da Grécia do euro e pretende que seja preparado um plano de contingência nesse sentido.  

Bloomberg
Negócios 09 de Fevereiro de 2015 às 16:19
  • Partilhar artigo
  • 6
  • ...

David Cameron reuniu esta segunda-feira com responsáveis do Banco de Inglaterra e com o Tesouro britânico, para avaliar o impacto de uma potencial saída da Grécia do euro.

 

A realização do encontro, que contou ainda com a presença de outros reguladores do Reino Unido, foi confirmada aos jornalistas por Jean-Christophe Gray, porta-voz de David Cameron.

 

"As pessoas esperam que o Governo olhe com atenção para uma série de planos de contingência", dada as "interdependências" do sistema financeiro mundial, disse o mesmo responsável.

 

Apesar de se tratar apenas de uma precaução por parte do Reino Unido, esta reunião ilustra as preocupações dos líderes mundiais com a possibilidade da Grécia abandonar o euro.

 

O novo Governo helénico, liderado por Alexis Tsipras, recusa um prolongamento do actual programa de resgate, já que não concorda com várias das medidas que lá constam. Pretende antes um financiamento de transição até Maio, data em que acredita que chegará a um "acordo global" com os credores.

 

Os responsáveis do Tesouro britânico indicaram ao primeiro-ministro quais os "riscos de contágio" na Europa com a saída da Grécia do euro. "Precisamos de estar preparados para lidar com a instabilidade nos mercados financeiros", disse Jean-Christophe Gray.

 

O porta-voz de Cameron relatou que o primeiro-ministro ouviu dos responsáveis presentes na reunião que o risco de contágio é nesta altura diferente do que se vivia em 2012, no pico da crise da dívida soberana, pois nessa altura também a Irlanda e Portugal estavam sob um programa de assistência financeira.

 

De acordo com a BBC, Cameron ouviu também que no cenário de saída da Grécia do euro, os gregos iriam ser penalizados nas suas poupanças, assistir a um aumento da inflação e uma desvalorização da moeda grega.

Ver comentários
Saber mais David Cameron Reino Unido Jean-Christophe Gray porta-voz de David Cameron Alexis Tsipras Europa
Outras Notícias