Política Carlos Miguel sai da Câmara de Torres Vedras para secretário de Estado das Autarquias

Carlos Miguel sai da Câmara de Torres Vedras para secretário de Estado das Autarquias

De origem cigana, Carlos Miguel é autarca há mais de duas décadas. Chega agora ao Governo de António Costa e ficará na dependência do ministro-adjunto Eduardo Cabrita, tal como Catarina Marcelino.
Carlos Miguel sai da Câmara de Torres Vedras para secretário de Estado das Autarquias
Bruno Simão
Negócios com Lusa 25 de novembro de 2015 às 17:00

Eduardo Cabrita (na foto) terá na sua equipa dois secretários de Estado. Tutelará as áreas das Autarquias Locais, com o secretário de Estado Carlos Miguel nesse lugar, e da Cidadania e Igualdade, com a deputada socialista Catarina Marcelino nesta última Secretaria de Estado.

 

Para as autarquias foi escolhido Carlos Miguel, de 58 anos, que é advogado e autarca há mais 20 anos, os últimos 11 dos quais como presidente da Câmara de Torres Vedras.

 

Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa, Carlos Miguel nasceu e reside em Torres Vedras, onde é desde Maio de 2004 presidente da câmara. O seu antecessor no município do Oeste, Jacinto Leandro, chegou a presidente da Câmara de Torres Vedras para substituir José Augusto de Carvalho, que assumiu na altura o cargo de secretário de Estado do Ordenamento do Território, com a pasta das Autarquias Locais, num Governo de António Guterres.

 

Com origens na etnia cigana, ficou conhecido por ser o "advogado dos ciganos", ao defender as causas desta minoria, refere Lusa. Nesse âmbito, chegou a apoiar a Pastoral dos Ciganos. Foi ainda conselheiro do Alto Comissariado para as Migrações e é membro suplente do Conselho Económico e Social.

 

Catarina Marcelino fica com a pasta da Cidadania e Igualdade. Deputada socialista na anterior legislatura, Catarina Marcelino foi eleita pelo círculo de Setúbal. Formada em antropologia, tem 44 anos e pertence à Comissão de Defesa Nacional. Em 2011 foi eleita presidente das Mulheres Socialistas ao vencer em 17 das 22 federações distritais dos socialistas.

 

Em 2014 foi noticia por escrever com erros ortográficos na sua página no Facebook.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI