A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carlos Miguel: "Câmaras devem parar de financiar fundo de emergência em 2017"

O Governo quer que as câmaras deixem de estar obrigadas a financiar o Fundo de Apoio Municipal. A ideia é que passe a ser a banca a emprestar o dinheiro às autarquias que precisem de apoio.

Miguel Baltazar
Bruno Simões brunosimoes@negocios.pt 23 de Setembro de 2016 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Este pode ser o último ano em que as câmaras são obrigadas a entregar cerca de 1% das suas receitas anuais ao Fundo de Apoio Municipal (FAM). O Governo entende que o montante colocado no ano passado e neste (e que deverá rondar cerca de 90 milhões de euros) é suficiente  e quer mudar o paradigma: a partir de agora, deve ser a banca a financiar as câmaras que precisem de apoio. Os bancos estão preparados, garante Carlos Miguel.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Carlos Miguel Fundo de Apoio Municipal autarquias Governo banca
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias