Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carlos Moedas deverá ser comissário da Investigação, Inovação e Ciência

Carlos Moedas vai ser comissário de Investigação, Inovação e Ciência, avança o Observador. Uma pasta que traz associado um orçamento de 80 mil milhões de euros

Negócios com Lusa 10 de Setembro de 2014 às 09:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 26
  • ...

Não será uma pasta com o peso do Emprego e dos Assuntos Sociais, mas traz associado um orçamento relevante. Carlos Moedas deverá ser o próximo comissário europeu da Investigação, Inovação e Ciência, segundo avança o Observador, a poucas horas do anúncio da nova equipa de Jean Claude-Juncker.

 

O jornal explica que, não sendo considerada de primeira linha, esta pasta implica a gestão de um orçamento de 80 mil milhões de euros até 2020.

 

O anuncio da composição da nova equipa da Comissão Europeia será feito esta manhã, às 11 horas de Lisboa.

 

Na sexta-feira, Juncker anunciou que completou a lista dos membros do futuro executivo europeu e que vai incluir nove mulheres, à semelhança da anterior Comissão dirigida por José Manuel Durão Barroso.

 

Entre os 28 novos comissários, 15 pertencem à direita e centro-direita, cinco são liberais e oito conotados com a corrente socialista.

 

"A equipa de Junker será forte. Mas diferente da aguardada por alguns. As pastas serão atribuídas a pessoas, não a países", sublinhou na segunda-feira numa mensagem Twitter Martin Selmayr, chefe de gabinete de Juncker. Numa outra mensagem, Selmayr admitiu que se poderiam esperar por "surpresas".

 

Portugal escolheu o actual secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro para comissário.

 

Nos últimos dias, diversos 'media' afirmavam que os quatro cargos de vice-presidente, responsáveis pelos grandes 'dossiers' transversais, vão ser atribuídos a antigos primeiros-ministros, o estoniano Andrus Ansip, o letão Valdis Dombrovskis, a eslovena Alenka Bratusek e o finlandês Jyrki Katainen.

 

O antigo ministro francês das Finanças Pierre Moscovici poderá assegurar por sua vez a área dos Assuntos económicos, um dos principais cargos da Comissão.

 

 

Ver comentários
Saber mais Carlos Moedas Jean Claude-Juncker Comissão Europeia
Mais lidas
Outras Notícias