Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Carlos Tavares diz Estado reduziu peso na economia para 5% do PIB

Portugal protagonizou um programa de privatizações desde os anos 90, reduzindo peso do Estado na economia para os actuais 5% do Produto Interno Bruto (PIB), destacou Carlos Tavares, num almoço-debate com industriais em São Paulo.

Bárbara Leite 14 de Novembro de 2003 às 19:35
  • Partilhar artigo
  • ...

Portugal protagonizou um programa de privatizações desde os anos 90, reduzindo peso do Estado na economia para os actuais 5% do Produto Interno Bruto (PIB), destacou Carlos Tavares, num almoço-debate com industriais em São Paulo.

Num discurso que realçou as iniciativas do seu mandato para melhorar a competitividade e produtividade do país, Tavares sublinhou o «vasto programa de privatizações dos anos 90» que ocorreu em Portugal. Em 1985, o Estado controlava empresas que representavam 20% do PIB, mas, hoje em dia, o Estado reduziu o seu peso na economia para 5% do PIB.

No presente ano, segundo o ministro da Economia, «privatizámos uma empresa da pasta e do papel- a Gescartão. Colocámos essa empresa em bolsa com sucesso. Em toda a Europa, houve apenas mais um caso em que uma empresa realizou uma dispersão em bolsa. Privatizámos a Enatur, uma cadeia de hotéis».

Enumerando as restantes empresas a privatizar, Tavares lembrou a Portucel, a Somincor e a Galp Energia.

«Vamos continuar com um calendário que está fixado de acordo com os planos da reestruturação das empresas e pela evolução dos mercados financeiros», afirmou num almoço-debate no Brasil.

Outras Notícias