Política Europeias: Castro Almeida exige PSD com melhor resultado do que em 2014

Europeias: Castro Almeida exige PSD com melhor resultado do que em 2014

O advogado e dirigente social-democrata estabelece uma fasquia mínima para as europeias agendadas para Maio: superar os 28% alcançados em conjunto por PSD e CDS nas últimas eleições para o Parlamento Europeu.
A carregar o vídeo ...
David Santiago Rosário Lira 17 de fevereiro de 2019 às 12:00

Manuel Castro Almeida define como objetivo mínimo ganhar as europeias e superar os 28% obtidos pela candidatura conjunta de PSD e CDS nas eleições para o Parlamento Europeu de 2014, altura em que os dois partidos estavam no Governo. 

Em entrevista ao Negócios e Antena 1, o vice-presidente social-democrata tornou-se no primeiro dirigente do PSD a estabelecer uma fasquia mínima para o que pode ser considerado um bom resultado nas eleições, que têm lugar dentro de cerca de três meses e meio.

O antigo autarca de São João da Madeira mostra-se "muito confiante" numa vitória da lista que o PSD vai apresentar às europeias e que será encabeçada, pela terceira vez consecutiva, pelo eurodeputado Paulo Rangel. 

Mas para além da vitória, Castro Almeida quer superar a marca obtida pelo PSD há cinco anos e que permitiu ao PS vencer as últimas europeias com 31,5% dos votos. "Objetivamente, um mau resultado é ter um resultado pior do que nas últimas eleições",diz.

Independentemente de uma hipotética derrota, ou mau resultado nas europeias, o ex-governante, que conta com passagens nos executivos de Cavaco Silva e Passos Coelho, acredita que o período de pacificação interna que se seguiu à aprovação da moção de confiança à liderança de Rui Rio vai prolongar-se. Pelo menos até às legislativas de outubro. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI