Política CDS quer ouvir Governo sobre urgência de obras na ponte 25 de Abril

CDS quer ouvir Governo sobre urgência de obras na ponte 25 de Abril

O CDS-PP pediu a audição no parlamento do ministro do Planeamento e Infraestruturas sobre a urgência de obras na ponte 25 de Abril, em Lisboa, revelada por um relatório divulgado hoje pela revista Visão.
CDS quer ouvir Governo sobre urgência de obras na ponte 25 de Abril
Lusa 08 de março de 2018 às 12:34

No requerimento entregue no parlamento, o CDS pede também para ouvir na comissão de Economia e Obras Públicas os técnicos do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) que concluíram existirem riscos graves de segurança na ponte, a exigir uma intervenção imediata.

 

Em declarações aos jornalistas, na Assembleia da República, o deputado Helder Amaral disse que é necessário esclarecer, da parte do Governo, se este é o único relatório que existe e que tipo de obras são necessárias.

 

É preciso esclarecer tudo até para que "não exista qualquer tipo de alarme" entre a população, justificou Helder Amaral.

 

O relatório que alerta para fissuras na estrutura foi enviado há cerca de um mês para o Ministério das Finanças, de acordo com a Visão.

 

Na quarta-feira, a Infraestruturas de Portugal anunciou que a ponte sobre o Tejo será alvo durante dois anos de trabalhos de manutenção, orçados em 18 milhões de euros, estando previsto lançar ainda este mês o concurso público internacional para adjudicação da obra.

 

O gabinete do ministro do Planeamento e das Infraestruturas disse à Lusa que Pedro Marques ainda aguarda conhecimento oficial do pedido, mas "está sempre disponível" para esclarecer os deputados.




A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 08.03.2018

Estes tristes andam sempre na apanha de rabos de foguete, só que já não estoiram.

Anónimo 08.03.2018

Ó Cristas os portugueses também gostavam que explicasses a lei que promulgates das rendas não esquecemos

AlexandreAntonioAlves 08.03.2018

Desertificação do interior, sustentação da segurança social e natalidade, planeamento do território e floresta, exploração de recursos marinhos, consolidação e rentabilização de águas territoriais?
A solução vai ser dada através de umas quantas comissões técnicas que irão produzir uma mão cheia de livros brancos.
Um problema numa estrutura metálica da ponte? O parlamento vai discutir o assunto e no final, tratando-se de uma estrutura metálica, o Ferro Rodrigues vai certamente fazer umas soldas no local.
Se é isto que os Portugueses querem, os políticos oferecem, a comunicação social faz alarde e os mesmos portugueses estão e continuarão a estar tramados e sem futuro.

Telmo 08.03.2018

O Ferreira do Amaral/Cavaco Silva em 1994 arruinaram o país com a negociata a troco de tachos. Em 200 o Jorge Coelho deu mais uns milhões à Luso ponte. O Costa agora dá mais uns milhões com o aeroporto no Montijo. O povo que pague com fome e miséria as portagens. Presos? E a justiça existe?

ver mais comentários
pub