União Europeia Centeno quer canalizar poupanças europeias para o investimento

Centeno quer canalizar poupanças europeias para o investimento

No entender do ministro das Finanças há “uma quantidade extraordinária de poupanças acumuladas na Europa que pode e deve ser investido” nas economias europeias.
Centeno quer canalizar poupanças europeias para o investimento
David Santiago 01 de março de 2018 às 19:43

Mário Centeno considera que o bom momento económico da Europa deve ser aproveitado para reforçar a aposta no investimento. O ministro português das Finanças defende que "a Europa é uma das áreas económicas mundiais que tem melhor conjunto de resultados económicos em termos de robustez e resiliência", pelo que essa capacidade deve ser canalizada para o investimento.

O português que é também líder do Eurogrupo especifica que existe "uma quantidade extraordinária de poupanças acumuladas na Europa que pode e deve ser investido". Centeno nota que estas poupanças decorrem dos "saldos positivos da balança corrente da Europa que atingem 3% em termos anuais". As declarações foram feitas durante a iniciativa da Comissão Europeia realizada no ISEG, em Lisboa, a propósito do ciclo de debates com os cidadãos europeus, desta feita centrado na União Económica e Monetária.

Centeno tem defendido que a conjuntura económica favorável aliada ao actual ciclo político abrem uma "janela de oportunidade" para avançar com reformas no sentido do aprofundamento da integração no bloco do euro.

Para justificar o bom momento que a economia europeia atravessa, o governante luso afirma que "nunca na história recente houve uma convergência tão grande e uma dispersão tão pequena nos países do euro".




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
Saber mais e Alertas
pub