Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

César das Neves diz que dados da CE refreiam "optimismo exagerado" do Governo

Os números apontados nas previsões de Primavera da Comissão Europeia são "factos" e vêm refrear algum "optimismo exagerado" por parte do Governo português, comentou hoje o economista João César das Neves em declarações à agência Lusa.

Negócios com Lusa 28 de Abril de 2008 às 14:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os números apontados nas previsões de Primavera da Comissão Europeia são "factos" e vêm refrear algum "optimismo exagerado" por parte do Governo português, comentou hoje o economista João César das Neves em declarações à agência Lusa.

"Os números são factos. Há uma desaceleração do nível de crescimento do PIB [Produto Interno Bruto], ao contrário do que o Governo tem esperado. Vamos crescer menos este ano e ainda menos no próximo ano", reforçou o especialista.

Quanto ao "aviso" de Bruxelas a Portugal, sobre a possibilidade de o défice orçamental "se deteriorar" em 2009 por causa da diminuição das receitas associadas à baixa de IVA decidida pelo executivo de Sócrates, para João César das Neves, esta advertência "não é de espantar".

"Vem sobretudo apontar a um certo optimismo exagerado do Governo", sustentou o economista.

Relativamente à revisão em baixa feita pela Comissão Europeia para a taxa de desemprego em Portugal, César das Neves relativizou "as boas notícias".

Para o economista, apesar de ser positiva uma estagnação deste indicador, porque significa que a tendência de crescimento verificada nos últimos meses deste foi interrompida, a verdade é que 7,9 por cento é um valor "ainda muito alto" para a dimensão do país.

A Comissão Europeia reviu em baixa o crescimento económico português em 2008, prevendo uma desaceleração do nível de crescimento do PIB de 1,9% para 1,7% em 2008 e 1,6% em 2009.

Ver comentários
Outras Notícias