Impostos Cheques carecas custaram 3,7 milhões de euros ao Estado

Cheques carecas custaram 3,7 milhões de euros ao Estado

No primeiro semestre, o Fisco conseguiu cobrar mais cem milhões de euros em dívidas em execução. Mas o valo dos cheques de cobrança duvidosa triplicou.
Cheques carecas custaram 3,7 milhões de euros ao Estado
Bruno Simão/Negócios
Negócios 16 de agosto de 2019 às 08:43
O Estado aceitou mais de 3,7 milhões de euros em cheques carecas no primeiro semestre deste ano, cerca de três vezes mais do que no mesmo período do ano passado, segundo a conta provisória do Estado.

A notícia é avançada pelo Jornal de Notícias que escreve que o calote ao Estado disparou na primeira metade de 2019 devido sobretudo aos cheques sem cobertura para pagar impostos, principalmente os indiretos. 

Por outro lado, este semestre (quando já terminou o período de liquidação voluntária) foi melhor do que o do ano passado: o Estado cobrou 533,6 milhões de euros de dívidas que estavam em execução fiscal. É um aumento de 22% face ao período homólogo.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI