A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

China já é a segunda maior economia do mundo

Nem sequer foi preciso paciência de chinês para chegar ao topo do mundo. Em muito menos tempo do que qualquer previsão antecipava, a China destronou o Japão como segunda maior economia mundial.

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 16 de Agosto de 2010 às 08:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
A troca de lugares deu-se no final do segundo trimestre, que coincidiu com uma aceleração da economia chinesa e uma travagem da nipónica.

Segundo avança a agência Bloomberg, o PIB chinês nesse período ascendeu ao equivalente a 1,34 biliões de dólares (1,05 biliões de euros), ultrapassando os 1,29 biliões de dólares gerados no Japão. A façanha não chega a surpreender em si mesma, mas pela velocidade meteórica com que foi alcançada.

Ainda no final do ano passado, o Fundo Monetário Internacional (FMI) previa que a China iria converter-se na segunda maior potência global no espaço de quinze meses – ou seja, cinco anos antes do que era até então estimado.

Afinal, bastaram pouco mais de seis meses para chegar ao segundo lugar do pódio da economia mundial e tudo sugere que não será preciso esperar por 2017, como calcula a Goldman Sachs, para que a China destrone os Estados Unidos.

A ascensão vertiginosa da economia chinesa tem sido acelerada pelas ondas de choque desencadeadas pela crise financeira que estalou em Wall Street há três anos. A grande crise do capitalismo está a enterrar a ordem económica e política internacional nascida do pós-guerra, ao apressar a transferência de riqueza do Ocidente para o Oriente e do Atlântico Norte para o Atlântico Sul, e a oferecer o primeiro lugar do “top” da economia global a uma potência militar, dirigida por um regime comunista de partido único que ainda convive com enormes disparidades na distribuição da riqueza.


Ver comentários
Outras Notícias