Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Comissão Europeia mantém previsões de crescimento para Zona Euro apesar da escalada do petróleo

A Comissão Europeia manteve hoje inalteradas as previsões de crescimento para a economia da Zona Euro no segundo trimestre, apesar da escalada dos preços do petróleo.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 14 de Outubro de 2004 às 10:36
  • Partilhar artigo
  • ...

A Comissão Europeia manteve hoje inalteradas as previsões de crescimento para a economia da Zona Euro no segundo trimestre, apesar da escalada dos preços do petróleo.

Bruxelas avançou hoje que o PIB dos 12 países da Zona Euro deve crescer entre 0,3 e 0,7% no terceiro e no quarto trimestre deste ano, igualando as estimativas avançadas a 7 de Setembro.

No segundo trimestre a economia da Zona Euro cresceu 0,5% e nos primeiros três meses do ano a expansão foi de 0,7%, acima dos 0,6% inicialmente anunciados.

O Banco Central Europeu afirmou hoje que a escalada dos preços do petróleo estão a ameaçar o ritmo de crescimento da economia dos 12 países da Zona Euro, considerando que as «incertezas são significativas».

No Boletim Mensal de Outubro a autoridade monetária afirma que «qualquer cenário central traçado para a evolução futura [da economia] encontra-se rodeado de um grau significativo de incerteza, que está, presentemente, relacionado sobretudo com os preços do petróleo. E acrescenta que «se os preços do petróleo permanecessem elevados, ou aumentassem ainda mais, iriam amortecer a força da recuperação, tanto dentro como fora da área do euro».

Mas a Comissão Europeia parece estar confiante que a escalada do petróleo não vai ter um impacto significativo no crescimento económico.

Este ano os preços do petróleo verificam uma subida de 65%, o que está a prejudicar a recuperação da economia mundial e em particular a da Zona Euro, que estava a ser impulsionada pelas exportações.

Segundo as previsões do Fundo Monetário Internacional a Europa vai continuar a apresentar uma expansão inferior à dos Estados Unidos e da Ásia. As estimativas apontam para um crescimento de 2,2% este ano na Zona Euro, contra os 3,5% avançados para os Estados Unidos.

O Banco de França, também hoje, disse que a economia francesa vai acelerar no quarto trimestre deste ano, depois de abrandar no actual trimestre.

Ver comentários
Outras Notícias