Orçamento do Estado Como agradar a gregos e troianos, segundo Centeno
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Como agradar a gregos e troianos, segundo Centeno

O défice do ano passado baixou 1.607 milhões. Este número (e outros) permitiram às Finanças garantir o cumprimento das metas orçamentais. Mas não é só isso que conta o comunicado das Finanças. Em poucas palavras e com muitos números, Centeno ensaia uma narrativa que tenta convencer, simultaneamente, os seus parceiros à esquerda e a Comissão Europeia.
Como agradar a gregos e troianos, segundo Centeno
Marta Moitinho Oliveira 25 de janeiro de 2018 às 22:20

O discurso tinha sido preparado e ninguém esperava grandes surpresas sobre o resultado final da execução orçamental de Dezembro de 2017. O comunicado que o Ministério das Finanças enviou esta quinta-feira a meio )

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub