Zona Euro Confiança dos empresários alemães cai mais do que o previsto em Janeiro

Confiança dos empresários alemães cai mais do que o previsto em Janeiro

Pelo segundo mês consecutivo, as perspectivas dos empresários alemães para a economia do país voltou a recuar. E caiu mais do que o previsto, reflectindo os receios face à turbulências nos mercados e ao abrandamento da economia mundial.
Confiança dos empresários alemães cai mais do que o previsto em Janeiro
André Tanque Jesus 25 de janeiro de 2016 às 09:34

A confiança dos empresários alemães voltou a recuar em Janeiro. É o segundo mês consecutivo, sendo que, desta feita, as estimativas já apontavam para uma contracção. Mas o resultado foi significativamente pior, revelando os receios em relação à turbulência nos mercados e ao abrandamento da economia mundial.

O índice do instituto alemão Ifo, que mede a confiança dos empresários do país, recuou em Janeiro de 108,6 pontos para 107,3 pontos. Uma queda muito superior ao previsto, uma vez que as estimativas recolhidas pela Bloomberg apontavam para uma redução para 108,4 pontos. Este é já o segundo mês consecutivo em contracção, depois da inesperada queda em Dezembro.

"Os maiores riscos económicos internacionais, nomeadamente a incerteza em relação à economia chinesa, estão a afectar as expectativas empresariais, especialmente em indústrias dependentes das exportações", considera a equipa de economistas do DZ Bank, numa nota de análise citada pela Bloomberg.

Isto é o reflexo da turbulência que afectou os mercados internacionais nas primeiras semanas do ano. As bolsas foram arrasadas por fortes quedas consecutivas, que tiveram origem nos receios de um forte abrandamento da economia chinesa. Além disso, a 19 de Janeiro, o FMI reviu em baixa as estimativas para a economia mundial, prevendo agora um crescimento do PIB de 3,4%, abaixo dos anteriores 3,4%.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI