Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Congressista luso-americano tira apoio a Trump

O outro congressista luso-americano do partido, Devin Nunes, continua do lado de Donald Trump. Jack Martins, que concorre por um distrito do estado de Nova Iorque pela primeira vez, também vai votar no empresário.

Bloomberg
Lusa 19 de Agosto de 2016 às 14:37
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...
O congressista republicano dos Estados Unidos David Valadão, com origens açorianas, anunciou hoje em comunicado que não vai continuar a apoiar o candidato do seu partido, Donald Trump, nas eleições presidenciais americanas de Novembro.

"Estou desiludido com a retórica divisiva desta campanha presidencial e não posso apoiar nenhum dos candidatos. Não posso apoiar um candidato que denigre as pessoas com base na sua etnicidade, religião ou deficiências", disse Valadão em comunicado.

O congressista representa um distrito do vale central da Califórnia, com uma população 71 por cento latina. Na eleição de Novembro, defronta o democrata Emilio Huerta.

O Comité de Campanha Democrata para o Congresso (DCCC, na sigla em inglês) tem tentado associar os candidatos republicanos locais à retórica do candidato presidencial, numa tentativa de reconquistar o Senado ou a Câmara dos Representantes.

"Continuo pronto para trabalhar com o nosso próximo Presidente, independentemente de quem o povo americano eleger, em temas cruciais que têm impacto nas famílias do nosso distrito e em trazer água e trabalhos para o vale", concluiu o representante.

Valadão junta-se assim a uma lista crescente de republicanos que não apoiam o candidato do partido, como os senadores do Maine, Illinois, Nebraska, Carolina do Sul, Texas, Nevada Arizona, e cerca de uma dezena de congressistas de estados como Colorado, Pensilvânia ou Flórida.

O outro congressista luso-americano do partido, Devin Nunes, continua do lado de Donald Trump. Jack Martins, que concorre por um distrito do estado de Nova Iorque pela primeira vez, também vai votar no empresário.
Ver comentários
Saber mais Donald Trump Senado Nova Iorque política eleições
Outras Notícias