Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Constâncio diz que Portugal indicia «verdadeira consolidação orçamental»

O governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, afirmou que as medidas tomadas pelo actual Governo indicam que Portugal está a fazer um processo de «verdadeira consolidação orçamental».

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 20 de Junho de 2006 às 12:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O governador do Banco de Portugal, Vítor Constâncio, afirmou que as medidas tomadas pelo actual Governo indicam que Portugal está a fazer um processo de «verdadeira consolidação orçamental».

No discurso de tomada de posse para o novo mandato à frente do Banco de Portugal, disse que o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, terá o seu apoio para tomar as medidas necessárias com o objectivo de levar a cabo as reformas anunciadas, de acordo com a Reuters.

«O que é verdade é que as medidas [tomadas pelo Governo] indiciam que podemos estar agora no caminho de uma verdadeira consolidação orçamental», afirmou o responsável segundo a agência de informação.

A Comissão Europeia já considerou que o objectivo estipulado por Portugal em relação a conseguir reduzir o défice orçamental para um nível abaixo dos 3% até 2008 é arriscado, mas por enquanto não vai levantar nenhum procedimento contra Portugal.

O Executivo liderado por José Sócrates estabeleceu um programa de redução do défice orçamental e aponta para 2008 como meta para conseguir atingir o limite imposto pela União Europeia (UE) (inferior a 3% do Produto Interno Bruto).

Os responsáveis da UE têm alertado para a dificuldade de atingir a meta estabelecida por Portugal para 2008, mas têm felicitado as medidas anunciadas pelo Governo, apesar de dizerem que poderá ser necessário introduzir novas medidas.

Ver comentários
Outras Notícias