Política Conte já formou Governo. Ministro da Economia é uma "oferta de paz à Europa"

Conte já formou Governo. Ministro da Economia é uma "oferta de paz à Europa"

Giuseppe Conte já escolheu a composição do seu Governo. Os nomes, realçam as agências, apontam para um Executivo com uma visão mais pró-europeia.
Conte já formou Governo. Ministro da Economia é uma "oferta de paz à Europa"
reuters

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, já apresentou a composição do seu Executivo, um dia antes de tomar posse. O Governo, composto por membros do Movimento 5 Estrelas e do Partido Democrático (PD) tem um perfil mais pró-europeu do que o anterior.

Conte será assim empossado esta quinta-feira, cerca de um mês depois de se ter demitido devido à crise política espoletada pelo então vice-primeiro-ministro, Matteo Salvini, líder da Liga.

Depois de ser empossado, o Governo de Conte enfrentará no Parlamento uma moção de confiança.

Saiba quem são os ministros que compõem o próximo Executivo italiano:

 

Ministro da Economia

Roberto Gualtieri, com 53 anos, é o próximo ministro da Economia. Membro do PD e um eurodeputado influente, Gualtieri terá agora a missão de desenhar o Orçamento do Estado para 2020 que convença Itália e a União Europeia, numa altura em que já se sabe que os dois partidos que compõem a coligação querem implementar cortes de impostos, algo que tem merecido o "veto" de Bruxelas, devido ao desequilíbrio das contas públicas.

Gualtieri, que foi professor de história na Universidade de Roma, liderou a comissão dos Assuntos Económicos do Parlamento Europeu desde 2014 e desempenhou um papel importante nas negociações para que Bruxelas amenizasse as regras para que os Estados pudessem ajudar a banca com dificuldades em lidar com o crédito malparado.

A escolha de Gualtieri está a ser vista como uma "oferta de paz à Europa", como descreve a Bloomberg.

"A Zona Euro tem agora um parceiro mais confiável em Itália", salientou à Bloomberg Sven Giegold, eurodeputado dos Verdes que trabalhou com o próximo ministro da Economia na comissão. "Com Gualtieri, a Alemanha e a Itália podem abrir um novo capitulo na política do euro", acrescentou.

 

Ministra do Interior

Luciana Lamorgese será a próxima responsável pela pasta que inclui temas sensíveis como a migração. Quadro da administração pública, sem filiação partidária, Lamorgese, sucede a Matteo Salvini, que defendeu o encerramento dos portos e a expulsão de migrantes.

Lamorgese, com 65 anos, conhece bem os cantos à casa, tendo passado grande parte da sua carreira no Ministério do Interior, revela a Reuters. A responsável desempenhou o papel de chefe de gabinete de vários ministros do Interior, do centro-direita ao centro-esquerda entre 2013 e 2017.

 

Ministro dos Negócios Estrangeiros

A pasta dos Negócios Estrangeiros vai passar para a alçada de Luigi Di Maio, líder do 5 Estrelas, depois de ter sido ministro do Trabalho e da Indústria e vice-primeiro-ministro italiano no Governo anterior.

Di Maio, que liderou o partido 5 Estrelas nas eleições de 2018, tem pouca experiência política internacional. Ainda assim, enquanto ministro da Indústria, juntou-se à China para apoiar o seu projeto internacional de infraestruturas 'Uma Faixa, Uma Rota', apesar da oposição de Washington e Bruxelas.

 

Ministro da Indústria

Também do Movimento 5 Estrelas, Stefano Patuanelli, será o novo ministro da Indústria. Patuanelli, de 45 anos, foi eleito para o parlamento pela primeira vez nas eleições do último ano. Antes era engenheiro de construção civil e um dos poucos políticos do partido a vir do norte de Itália, onde predominam os aglomerados industriais.

O novo ministro da Indústria desempenhou um papel importante nas recentes negociações com o PD para formar um novo Governo. Um dos seus maiores desafios na nova pasta será tentar salvar a empresa estatal de transporte aéreo Alitalia.

 

Restantes ministros

Alfonso Bonafede (5 Estrelas) – ministro da Justiça

Francesco D’Inca (5 Estrelas) – ministro das Relações Parlamentares

Fabiana Dadone (5 Estrelas) – ministro da Administração Pública

Francesco Boccia (PD) – ministro dos Assuntos Regionais

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI