Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Contratos da semana: Parlamento gasta 23,1 mil euros em tratamento de roupa e limpeza a seco

Contrato inclui toalhas de mesa, colchas, cobertores, cortinados, carpetes, bandeiras e puffs, entre outros artigos. Assembleia da República vai gastar ainda 117,6 mil euros em limpezas para dois meses e 22,8 mil euros em cadeiras.

Marta Poppe/Negócios
João D'Espiney joaodespiney@negocios.pt 15 de Novembro de 2019 às 16:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 13
  • ...

A Assembleia da República vai pagar 23,1 mil euros, mais IVA na aquisição de serviços de "tratamento de roupa e lavagem a seco de outros tecidos", de acordo com o contrato publicado esta semana no portal Base.

O contrato, celebrado com a empresa New Services após concurso público, tem a duração de um ano e pode ser prorrogado automaticamente pelo prazo de um ano, sendo que o prazo máximo não poderá ser superior a três anos.

A lista de artigos que são objeto deste contrato inclui almofadas, guardanapos, toalhas de mesa, colchas, cobertores, cortinados, carpetes, bandeiras e puffs, entre outros.

Esta semana foi publicado também outro contrato celebrado pelo Parlamento tem em vista a compra de cadeiras de secretária para os grupos parlamentares e serviços.

O contrato, no valor de 22,8 mil euros, mais IVA, foi assinado com a empresa Simples e Gradual após consulta prévia, e tem a duração de um ano.

Segundo o documento publicado no portal Base, a empresa compromete-se a entregar 70 cadeiras tipo A, ao preço unitário de 159,9 euros, no prazo máximo de 40 dias, e "a pedido e de acordo com as necessidades da Assembleia da República", durante a vigência do contrato.

O contrato prevê ainda a aquisição de cadeiras tipo B, ao preço unitário de 150 euros, e apoio de cabeça (23,46 euros).

A Assembleia da República contratou ainda uma empresa de limpeza por 117,6 mil euros, mais IVA, para serviços durante dois meses.


O contrato, assinado em abril com a Vadeca - Facility Services, após concurso público, só foi publicado esta semana no portal Base.

O documento determina que os serviços de limpeza serão efetuados no Palácio de São Bento; no Novo Edifício, incluindo as instalações da GNR e da PSP; na residência oficial do presidente da Assembleia; no parque de estacionamento subterrâneo (praça de São Bento); na Casa Amarela (Rua de São Bento); na Casa Azul (rua D. Carlos I); Edifício D. Carlos; Creche (Rua D. Carlos I); e Edifício das Entidades Externas (Rua D.Carlos I).

OUTROS CONTRATOS

Esta semana foram publicados 2.919 contratos de empreitadas e de aquisição de bens e serviços no valor de 160,6 milhões de euros, dos quais 1.539 foram por ajuste diretos (32,6 milhões) 360 concursos (85,8 milhões).


Câmara do Porto paga 479,9 mil euros à
Fundação Serralves para dar formação em Arte Contemporânea
A Câmara Municipal do Porto vai gastar 479,9 mil euros, mais IVA na aquisição de serviços "conducentes à sensibilização e formação para a Arte Contemporânea".

O contrato, assinado por ajuste direto com a Fundação de Serralves, tem a duração máxima até 30 de setembro de 2021.

O contrato inclui a "conceção e implementação de ações anuais formativas, de caráter continuado na área da Arte Contemporânea e Ambiente, especifícas para escolas do ensino regular da rede pública, pré-escolar e 1º ciclo, que integrem um mínimo de 10 oficinas, para 10 turmas por ano" e para "escolas profissionais que integrem um mínimo de seis oficinas para 36 turmas por ano".

A organização de um Encontro Anual de Escolas Profissionais, sob a temática da Arte Contemporânea, "articulando as ações formativas desenvolvidas ao longo de cada ano" e de "dois Ciclos de Cinema/Debate de sensibilização no âmbito da prevenção dos maus tratos na Infância", além da "disponibilização de inscrições no programa Férias em Serralves, para crianças dos 4 aos 12 anos, integradas em lares de infância e juventude (3 inscrições, por lar, contemplando 15 lares/ano)", são outras das cláusulas do contrato.

O documento prevê ainda a possibilidade das crianças e seus familiares adultos efetuarem "visitas livres ao Museu de Arte Contemporânea (MAC) e ao Parque da Fundação de Serralves, que complementem a formação continuada (...) alargando-se aos tempos livres e de lazer das crianças e suas famílias, traduzindo-se na disponibilização de uma bolsa de 14.111 bilhetes para adultos, com validade de 1 ano, gerida pela entidade adjudicante, para adultos que acompanham as crianças menores de 12 anos".
 
Freguesia do Parque das Nações gasta 16,7 mil euros em pilaretes

A freguesia do Parque das Nações, em Lisboa, vai pagar 16,7 mil euros, mais IVA, na compra de 1100 pilaretes.

De acordo com o contrato assinado com a Fabrigimno - Fabricação de Material de Desporto após consulta prévia, a empresa compromete-se a entregar 1000 pilaretes fixos e 100 pilaretes amoviveis num prazo de 30 dias.


"O não cumprimento do prazo de entrega implica uma penalidade de 478 euros, por cada dia de atraso", lê-se ainda no documento publicado no portal Base.


NOTA

"Contratos da semana" é uma rubrica semanal do Negócios. Todas as sextas-feiras, o leitor poderá ficar a saber os principais procedimentos de aquisição de bens e serviços e empreitadas de obras públicas dos organismos e entidades da Administração Central, Local, Regional e do Sector Empresarial do Estado que foram publicados no portal Base na última semana. Mais do que concluir se o dinheiro dos contribuintes está ou não a ser bem aplicado, o objetivo desta nova rubrica é dar uma ideia aos leitores sobre as áreas e o valor das despesas do dia-a-dia dos nossos serviços públicos, destacando sempre os 10 procedimentos contratuais mais elevados e alguns dos contratos mais curiosos.

Ver comentários
Saber mais Economia Empresas Contratação Pública Assembleia da República Câmara do Porto Fundação de Serralves Freguesia do Parque das Nações
Mais lidas
Outras Notícias