Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Contribuintes norte-americanos arriscam-se a pagar 9,7 biliões de dólares em resgates

O pacote de estímulo que o Congresso norte-americano está a ultimar poderá elevar para 9,7 biliões de dólares o compromisso do governo para solucionar a crise financeira. Esse valor será suficiente para liquidar mais de 90% dos empréstimos à habitação nos EUA.

Negócios negocios@negocios.pt 09 de Fevereiro de 2009 às 14:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O pacote de estímulo que o Congresso norte-americano está a ultimar poderá elevar para 9,7 biliões de dólares o compromisso do governo para solucionar a crise financeira. Esse valor será suficiente para liquidar mais de 90% dos empréstimos à habitação nos EUA.

A Reserva Federal, o Departamento do Tesouro e a Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC) emprestaram – ou gastaram – quase 3 biliões de dólares nos últimos dois anos e comprometeram-se a fornecer mais 5,7 biliões de fosse necessário. O total já aproveitado diminuiu cerca de 1% desde Novembro, sobretudo porque os bancos centrais estrangeiros estão a usar menos dólares nos seus acordos de troca de divisas (“swaps”).

O Senado deverá pronunciar-se esta semana sobre um pacote de estímulo que ascende a pelo menos 780 mil milhões de dólares e que o presidente Barack Obama diz ser preciso para evitar um agravar da recessão. Essa medida terá de ser conciliada com um plano de 819 mil milhões de dólares que a Câmara dos Representantes aprovou no mês passado, relembra a Bloomberg.

Só o pacote de estímulo a ser aprovado esta semana, além dos 700 mil milhões de dólares do Programa de Compra de Activos Tóxicos aprovado há 4 meses e os 168 mil milhões de dólares em reduções de impostos e descontos aprovados em 2008 receberam o aval dos legisladores. Os restantes 8 biliões são programas de empréstimos e garantias, quase todas elas ao abrigo da Fed e da FDIC.

Estes compromissos financeiros, que ascendem a quase dois terços do valor de tudo quanto foi produzido nos EUA no ano passado, destinam-se a resgatar o sistema financeiro, depois de os mercados do crédito terem entrado em crise há cerca de 18 meses.

Segundo a Bloomberg estes 9,7 biliões de ajuda financeira serão suficientes para enviar um cheque no valor de 1.430 dólares a cada homem, mulher e criança do planeta.

Ver comentários
Outras Notícias