Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Coreia e África do Sul melhores que Portugal nas necessidades de ajustamento orçamental após 2013

Após 2013 Portugal ficará numa posição relativa confortável mas, ainda assim, pior que Coreia e África do Sul em termos de ajustamento necessário até 2020.

Rui Peres Jorge rpjorge@negocios.pt 14 de Dezembro de 2010 às 18:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
Até 2013 Portugal terá de fazer um dos maiores ajustamentos orçamentais entre as economias desenvolvidas e emergentes. E mesmo após esse esforço, será ainda batido pela Coreia e África do Sul em termos de ajustamento orçamental necessário ente 2013 e 2020, revela o estudo do FMI mencionado por José Sócrates em entrevista ao “Financial Times”.

Uma notícia da agência Lusa publicada hoje pela manhã e citada por diversos meios de comunicação social, dando conta de que Portugal seria, entre 25 países avançados e emergentes, o que terá de fazer menor ajuste orçamental até 2020. A notícia baseia-se no estudo “A Status Update on Fiscal Exit Strategies” publicado a 1 de Dezembro pelo FMI, o mesmo que foi referido por José Sócrates ao “Financial Times”.

O estudo referido apesar de considerar o que está a ser feito em 25 economias em termos de estratégias orçamentais pós-crise, inclui uma análise aos ajustamentos planeados e necessários para os períodos 2010-2013 e 2013-2020 apenas para 16 países. Entre eles, Portugal enfrenta um dos maiores ajustamentos orçamentais até 2013, a par com Grécia, Reino Unido, e EUA. Feito esse esforço, ficará numa posição relativa confortável mas, ainda assim, pior que Coreia e África do Sul em termos de ajustamento necessário até 2020.

No geral, o estudo do FMI faz uma apreciação positiva dos planos de consolidação orçamental nacionais, deixando antever contudo vários desafios, entre eles a ambição do ajustamento orçamental até 2013 e o baixo crescimento económico.

Veja amanhã, na edição impressa do Negócios, a análise ao estudo.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias