Política Costa chega-se ao centro mas deixa um pé à esquerda
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Costa chega-se ao centro mas deixa um pé à esquerda

Na moção que leva ao XXII Congresso do PS, António Costa não fixa metas para o que resta da legislatura e, agora que ficou para trás a austeridade, define quatro áreas estratégicas para a próxima década. O primeiro-ministro aponta ao centro mas não esquece PCP e BE.
Costa chega-se ao centro mas deixa um pé à esquerda
Miguel Baltazar
David Santiago 29 de abril de 2018 às 21:00

António Costa é ele próprio e a sua circunstância, diria, com acerto, Ortega y Gasset. Na moção que leva ao XXI Congresso do PS (25-27 de Maio), o secretário-geral socialista coíbe-se de insistir

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI