Política Costa revela satisfação de Casalinho com emissão de dívida

Costa revela satisfação de Casalinho com emissão de dívida

O primeiro-ministro falou com a presidente do IGCP depois do leilão de dívida realizado esta quarta-feira. Costa respondia ao PSD no debate quinzenal, depois de Luís Montenegro ter mostrado preocupação com os resultados das emissões a 5 e 7 anos.
Costa revela satisfação de Casalinho com emissão de dívida
Marta Moitinho Oliveira 08 de fevereiro de 2017 às 16:22

"Falei ao final da manhã com a senhora presidente do IGCP que estava bastante satisfeita com o resultado desta emissão." A garantia foi de António Costa, que respondia ao PSD no debate quinzenal desta tarde, no Parlamento, depois do líder parlamentar social-democrata, Luís Montenegro, ter revelado preocupação com os resultados da emissão de dívida que foi feita esta quarta-feira. 

O primeiro-ministro elencou vários motivos que justificavam a satisfação que Cristina Casalinho com os resultados do leilão, entre eles o facto de a emissão ter tido como "efeito a redução da taxa de juro". 

O Estado colocou 1.180 milhões de euros. Na linha de Obrigações do Tesouro (OT) a cinco anos, o juro da operação situou-se em 2,753%, acima dos 2,112% verificados na última operação comparável, realizada em Novembro. Já nos títulos a sete anos, o juro foi de 3,668%, acima dos 2,817% registados em Setembro.

Antes o líder parlamentar do PSD tinha defendido que Portugal está a "
substituir dívida antiga por nova sendo que esta é mais cara" e que a trajectória de diminuição das taxa de juro terminou. "Há um preço a pagar pela sua política económica", atirou.

A dívida e o abandono escolar foram dois dos temas escolhidos pelo PSD para tentar atacar o primeiro-ministro no debate quinzenal. 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI