Política Costa: "Todos nos podemos reconhecer" no discurso do Presidente

Costa: "Todos nos podemos reconhecer" no discurso do Presidente

O primeiro-ministro não se quis alongar nos comentários à primeira intervenção de Marcelo Rebelo de Sousa como chefe de Estado, mas diz que a mensagem "falou por todos".
Costa: "Todos nos podemos reconhecer" no discurso do Presidente
Pedro Elias
Paulo Zacarias Gomes 09 de março de 2016 às 11:28

O primeiro-ministro António Costa disse esta quarta-feira, 9 de Março, ter-se revisto na primeira mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa enquanto Presidente da República.

"Falou por todos nós, hoje é o dia de o escutarmos e não de falarmos. Foi um discurso onde todos nos podemos reconhecer, um sinal importante da função essencial de unir os portugueses para servir Portugal", afirmou António Costa nas únicas palavras aos jornalistas à saída da cerimónia de posse do 20.º Presidente da República no Parlamento.

Depois de Cavaco Silva, que deu posse ao Governo de António Costa com o apoio parlamentar dos partidos à esquerda, Marcelo Rebelo de Sousa é o próximo interlocutor do Executivo, tendo pela frente desde logo o tema do Orçamento do Estado, lei que terá de ser promulgada pelo Chefe de Estado e a que Marcelo se deverá referir publicamente antes da Páscoa.

Marcelo Rebelo de Sousa tomou esta quarta-feira posse como 20.º Presidente da República. Na sua mensagem inaugural perante o Parlamento, prometeu que não será "nem a favor, nem contra ninguém" e que os próximos tempos serão para "cicatrizar as feridas destes tão longo anos de sacrifício".

O Chefe de Estado prometeu ainda ser um "guardião permanente e escrupuloso da Constituição e dos seus valores". Apesar de ter avisado que "sem rigor e transparência financeira" há o risco "dolorosamente maior (…) de regresso ou de perpetuação das crises", também reconheceu que "Finanças sãs desacompanhadas de crescimento e emprego podem significar empobrecimento e agravadas injustiças e conflitos sociais".

Já Fernando Medina, que sucedeu a Costa na presidência da Câmara de Lisboa, elogiou a intervenção do novo Chefe de Estado, referindo em declarações aos jornalistas que Marcelo "entrou com o pé direito" nas funções.


(notícia actualizada às 11:43 com mais informação
)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI