Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Covid-19: Quase 50 empresas adaptaram-se e estão a fornecer materiais de proteção

O secretário de Estado da Saúde revelou hoje que "quase 50 empresas" portuguesas se "adaptaram" e estão a fornecer equipamentos de proteção individual, apelando a que "ainda mais empresas" aumentem a resposta ao "mercado interno" e às atuais "necessidades".

mascaras coronavirus covid-19
Lusa 28 de Abril de 2020 às 14:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
"Já temos quase 50 empresas nacionais que adaptaram a sua produção e já com validação do Infarmed estão a produzir equipamentos de proteção individual que já estão a chegar aos nossos profissionais de saúde", disse António Lacerda Sales na habitual conferência de imprensa diária de acompanhamento da pandemia covid-19 em Portugal.

De acordo com o governante, estas empresas "estão em fases diferentes de produção", estando "muitas das quais a fornecer serviços partilhados do Ministério da Saúde".

Em causa estão, enumerou António Lacerda Sales, materiais como máscaras cirúrgicas, máscaras sociais, batas, cobre botas, fatos, em produtos de uso único ou reutilizável.

"Esperamos ter ainda mais empresas e que a resposta no mercado interno às necessidades seja cada vez maior", apelou o secretário de Estado da Saúde.

Portugal regista hoje 948 mortos associados à covid-19, mais 20 do que na segunda-feira, e 24.322 infetados (mais 295), indica o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de segunda-feira, em que se registavam 928 mortos, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 2,2%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus (24.322), os dados da DGS revelam que há mais 295 casos do que na segunda-feira, representando uma subida de 1,2%.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 211 mil mortos e infetou mais de três milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 832 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
Ver comentários
Saber mais Covid-19 António Lacerda Sales Infarmed Portugal DGS
Mais lidas
Outras Notícias