Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Covid-19: Segundo caso no Algarve encerra escola Escola José Buisel em Portimão

A mãe da aluna de Portimão diagnosticada no domingo com Covid-19 é o segundo caso da doença no concelho, o que levou ao encerramento da Escola Básica Professor José Buisel, onde é professora, disse esta segunda-feira a presidente da autarquia.

Lusa 09 de Março de 2020 às 11:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Em declarações à Lusa, Isilda Gomes indicou que foi ordenado o encerramento do estabelecimento de ensino, o segundo na cidade, "não estando previstas, por agora, mais restrições".

A aluna da Escola Manuel Teixeira Gomes e a mãe, professora na Escola Básica Professor José Buisel, foram diagnosticadas depois de terem estado em Itália na semana de interrupção do Carnaval, tendo ambas regressado às respetivas escolas em 27 de fevereiro e sido diariamente acompanhadas pela equipa do SNS24.

"A Câmara apenas tomará medidas de acordo com as indicações da Direção-Geral da Saúde", destacou a presidente do município, sublinhando que o encerramento desta escola eleva para "mais de 1.000" os alunos afetados pela suspensão das aulas.

No domingo, foi anunciado que a partir de hoje estaria encerrada a Escola Secundária Teixeira Gomes, do mesmo agrupamento que o segundo estabelecimento agora fechado, depois de uma aluna ter sido diagnosticada com Covid-19.

No entanto, o resto da família ainda aguardava os resultados aos testes de despiste do novo coronavírus.

Num comunicado divulgado hoje no sítio de Internet do Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes, a direção do agrupamento refere que os alunos que estiveram em contacto direto com a professora "irão ser contactados e poderão ficar em isolamento social durante 14 dias, nas suas residências".

"Também os professores e os assistentes operacionais que estiveram em contacto com o docente em causa poderão ficar em situação de isolamento, devidamente justificado", prossegue o comunicado, apelando a que essas pessoas contactem a Unidade de Saúde Pública de Portimão.

Após ter sido conhecido o primeiro caso no distrito de Faro, no domingo, a delegada de saúde pública de Portimão apelou às pessoas que estiveram em contacto com a aluna do ensino secundário infetada que adotassem medidas de "distanciamento social" para evitar a propagação do vírus.

"Pelo menos até 20 de março toda a comunidade escolar deve monitorizar eventuais sintomas, adotando comportamentos de higienização e distanciamento social", declarou Maria Filomena Agostinho.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias