Economia Cravinho sobre as PPP: "Não há almoços grátis quando se corta na despesa"

Cravinho sobre as PPP: "Não há almoços grátis quando se corta na despesa"

João Cravinho elogiou os esforços do Governo para reduzir os encargos com as parcerias público-privadas mas alertou que também há riscos quando se corta na despesa pública.
Maria João Babo 18 de setembro de 2012 às 15:36
São "justificados e meritórios" os esforços do Governo para reduzir os encargos da PPP, disse o antigo ministro das Obras Públicas do Executivo de António Guterres à saída da comissão parlamentar de inquérito às PPP. "Acho bem tudo o que se puder renegociar para reduzir a despesa pública", acrescentou, sem, no entanto, deixar de alertar para os riscos desta estratégia.

"É preciso perceber que não há almoços grátis quando se corta despesa. É preciso saber se há um equilíbrio nestes cortes", sublinhou Cravinho.

O antigo ministro alerta assim que os cortes que este Governo está a efectuar na despesa com as PPP podem colocar em causa alguns projectos que estão a ser implementados.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI