Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crédito malparado sobe 150 milhões de euros num ano

O nível de créditos com cobrança duvidosa relativos a empréstimos concedidos a particulares ascendia, no final de Julho, a um total de 2.144 milhões de euros, mais 150 milhões que no mesmo período do ano passado e mais 41 milhões do que em Junho, de acord

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 22 de Setembro de 2006 às 06:00
  • Partilhar artigo
  • ...

O nível de créditos com cobrança duvidosa relativos a empréstimos concedidos a particulares ascendia, no final de Julho, a um total de 2.144 milhões de euros, mais 150 milhões que no mesmo período do ano passado e mais 41 milhões do que em Junho, de acordo com os dados do boletim estatístico de Setembro divulgado pelo Banco de Portugal.

O segmento de empréstimos ao consumo é aquele que mais contribui para o crescimento do crédito malparado, com 417 milhões de euros envolvidos no final de Julho, mais 121 milhões de euros classificados na categoria de cobrança duvidosa, do que em Julho do ano passado. O saldo global de empréstimos ao consumo, ascendia a 10.919 milhões de euros em Julho deste ano, contra 9.117 milhões em igual período de 2005.

Nos empréstimos concedidos para a aquisição de habitação, aqueles que mais pesam nos créditos concedidos pelas instituições financeiras aos particulares, o nível de malparado permanece sensivelmente inalterado ao registado em Julho de 2005, tendo, inclusive, registado um decréscimo de um milhão de euros. A redução é particularmente significativa quando, entre Julho de 2005 e Julho deste ano, o saldo global de créditos atribuídos para a compra de casa subiu de 77.524 milhões de euros para níveis acima de 89,7 mil milhões de euros.

Ver comentários
Outras Notícias