Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crescimento da Zona Euro recua para mínimo de 20 meses

A Alemanha está a dar sinais de abrandamento, o que está a penalizar a evolução da economia da Zona Euro.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 23 de Setembro de 2016 às 10:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O índice PMI da IHS Markit, para medir a evolução da economia da Zona Euro, atingiu em Setembro o valor mais baixo em 20 meses, sinalizando que a actividade económica na região persiste fraca.


O indicador recuou de 52,9 em Agosto para 52,6 em Setembro. Leituras acima de 50 indicam expansão da actividade económica, sendo que quando o índice recua significa que a actividade está a crescer a um ritmo mais baixo.


De acordo com a Markit, o indicador para medir a evolução dos serviços recuou em Setembro, enquanto o sector industrial deu sinais de melhoria. O abrandamento do índice geral ficou a dever-se ao comportamento da Alemanha, já que o sector dos serviços na maior economia europeia praticamente não cresceu.


O PMI para a Alemanha desceu de 53,3 em Agosto para 52,7 em Setembro, o que representa um mínimo de 16 meses. Na França o índice subiu de 51,9 para 53,3.


As estimativas da Markit apontam para que o PIB da Zona Euro tenha registado um crescimento próximo de 0,3% no terceiro trimestre, em linha com o verificado nos três meses anteriores.


"A recuperação da economia ainda é frágil", sendo que o crescimento da Zona Euro "não está a conseguir ganhar tracção", refere Rob Dobson, economista da Markit.

Ver comentários
Saber mais Zona Euro IHS Markit Alemanha França Rob Dobson
Mais lidas
Outras Notícias