Política Cristas assume bandeira da igualdade de género

Cristas assume bandeira da igualdade de género

A presidente do CDS-PP assumiu hoje a defesa da paridade na política e nas empresas, dizendo que deixará de responder a questões sobre a forma como concilia trabalho e família até a mesma pergunta ser colocada aos homens.
Cristas assume bandeira da igualdade de género
Lusa 11 de março de 2018 às 14:58

No discurso de encerramento do 27.º Congresso do CDS-PP, em Lamego, Assunção Cristas defendeu que o partido vai "continuar a persistir nas questões da natalidade", nas quais destaca "o grande tema da conciliação trabalho/família e da efetiva partilha de responsabilidades entre mães e pais trabalhadores".

 

"Nesta matéria permitam-me um parêntesis para uma nota mais pessoal: tomei a decisão de não responder mais a questões sobre como concilio trabalho e família, até ao momento em que essa mesma questão seja colocada aos homens que são pais e têm uma vida profissional e pública ativa", afirmou.

 

Para a líder do CDS, não é possível "continuar a ter um país em que mais de metade da população são mulheres", em que 61% do ensino superior feminino, que está, no entanto, "muito longe da paridade na política ou na direção das empresas e instituições".

 

"É tempo de mudar e estou convencida que uma parte muito substancial da questão tem precisamente a ver com a compatibilização trabalho/família e o papel dos homens nesta equação", argumentou.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub