Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Défice do Estado aumenta 12% até Novembro

O sub-sector Estado apurou um défice de 6,17 mil milhões de euros nos primeiros onze meses do ano, um valor que representa um agravamento de 12% face ao mesmo período de 2007. Para este resultado contribuiu o crescimento das despesas mais acentuado do que o das receitas.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 22 de Dezembro de 2008 às 20:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O sub-sector Estado apurou um défice de 6,17 mil milhões de euros nos primeiros onze meses do ano, um valor que representa um agravamento de 12% face ao mesmo período de 2007. Para este resultado contribuiu o crescimento das despesas mais acentuado do que o das receitas.

De acordo com o Boletim de Execução Orçamental, divulgado esta noite pela Direcção Geral do Orçamento, a receita do Estado aumentou 3,1% em termos homólogos, enquanto a despesa cresceu a um rimo de 4,3%.

Segundo a DGO, as receitas do Estado totalizaram 35,9 mil milhões de euros, com a receita fiscal a aumentar 1,4%. Os impostos directos aumentaram 6,8% e os impostos indirectos baixaram 2,1%.

A queda dos impostos indirectos, mais afectados pelo nível de consumo, foi particularmente sentida no ISP (19,9%) e no imposto sobre veículos (23%).

As receitas com IVA aumentaram 2,9%, registando-se uma desaceleração acentuada de 1,6 pontos percentuais face ao verificado em Outubro, que reflecte a descida da taxa do IVA para 20% em Julho.

No lado da despesa do Estado, que ascendeu a 42,11 mil milhões de euros, a DGO salienta que o grau de execução situa-se em 90,2%.

A despesa corrente primária cresceu 5,1%.

Ver comentários
Outras Notícias