Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Défice francês poderá ultrapassar os 5% do PIB

2009 vai ser um ano difícil para a economia francesa. O défice orçamental poderá ultrapassar os 5% do produto interno bruto. A economia deverá cair entre 1 e 1,5% e a taxa de inflação poderá ficar muito perto dos 0%. Estas são as previsões do primeiro-ministro francês.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 11:56
2009 vai ser um ano difícil para a economia francesa. O défice orçamental poderá ultrapassar os 5% do produto interno bruto. A economia deverá cair entre 1 e 1,5% e a taxa de inflação poderá ficar muito perto dos 0%. Estas são as previsões do primeiro-ministro francês.

François Fillon (na foto) estima que o défice orçamental pode ultrapassar, em 2009, os 5% do produto interno bruto do país devido à queda das receitas fiscais. De acordo com o primeiro-ministro, o défice deverá, assim, superar os 100 mil milhões de euros.

As últimas previsões da Comissão Europeia (CE) indicam que o défice francês pode chegar aos 5,4%, muito acima do limite de 3%.

Fillon antecipou, ainda em entrevista à rádio Europe 1, que a economia poderá contrair-se entre 1 e 1,5% este ano. Estas previsões são ligeiramente mais optimistas que as da CE, que apontam para uma queda de 1,8%, e do Fundo Monetário Internacional, que antecipa uma queda de 1,9%.

No último trimestre de 2008, a segunda maior economia da Zona Euro caiu 1,2%, a maior contracção em mais de 20 anos. No mesmo período, o PIB da Alemanha, maior economia da Zona Euro, caiu 2,1%, o que corresponde à maior contracção desde o primeiro trimestre de 1987.


Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio