Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Debandada no Conselho de Ética da Ordem dos Médicos

Conselho de Ética da Ordem dos Médicos perdeu quatro dos seus membros. Conselho e bastonário estavam de costas voltadas.

Marlene Carriço marlenecarrico@negocios.pt 11 de Janeiro de 2013 às 12:41

Quatro dos sete membros do Conselho Nacional de Ética e Deontologia Médicas, da Ordem dos Médicos, abandonaram funções, em protesto contra a Ordem, está a noticiar a “Sic Notícias”.

 

O Negócios tentou confirmar a notícia junto do bastonário e da Ordem dos Médicos, mas não foi possível até agora.

 

O presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNCEV) já tinha dito esta semana que a Ordem dos Médicos estava a viver “uma situação dificílima” por causa das posições assumidas em relação ao parecer sobre custos com medicamentos.

 

“Nunca tão poucos fizeram tão mal em tão pouco tempo à Ordem dos Médicos. Neste momento há uma enorme divisão entre o Conselho Nacional, e o bastonário, e o conselho de ética da Ordem. Estão de costas voltadas”, afirmou na quarta-feira à noite o presidente do CNECV, Miguel Oliveira da Silva.

 

Ao que tudo indica o conselho de ética da própria Ordem dos Médicos “fez um parecer apoiando o Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida”, contrariando as críticas que têm sido feitas pelo bastonário. Em causa está um documento do conselho de ética da Ordem que defende como “equilibrado” o parecer emitido em Setembro pelo CNECV que defendia que existe fundamento ético para que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) promova medidas para conter custos com fármacos.

 

(Notícia em actualização)

Ver comentários
Saber mais Ordem dos Médicos saúde
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio