A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Défice comercial extracomunitário recua 32,7% com queda das importações

O défice da balança comercial referente ao comércio extracomunitário recuou 32,7% entre Janeiro e Agosto deste ano, devido a uma redução das importações de 17,2%, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Joaquim Madrinha 07 de Outubro de 2002 às 11:02
  • Partilhar artigo
  • ...
O défice da balança comercial referente ao comércio extracomunitário recuou 32,7% entre Janeiro e Agosto deste ano, devido a uma redução das importações de 17,2%, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

As importações caíram para os 6,26 mil milhões de euros e as exportações diminuíram para os 3,68 mil milhões de euros, o que resulta num saldo negativo de 2,58 mil milhões de euros registado nos primeiros oito meses do ano.

Estes dados colocaram a taxa de cobertura, que mede a razão das exportações sobre as importações, nos 58,8%, valor que contrasta com os 49,3% registados no mesmo período do ano passado.

As importações são oriundas em 51,1% da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), da Zona de Comércio Livre da Europa (EFTA), dos EUA, do Japão e do Brasil. No período homólogo estes países e organizações representaram 58,3% do total de importações.

Destes parceiros comerciais, somente o Brasil registou uma variação positiva de 16,7%.

Na análise das exportações, os destinos predominantes foram os EUA, os Países Africanos de Língua de Oficial Portuguesa (PALOP) e a EFTA, representando, no conjunto, 53,1% do total contra os 54,3% no mesmo período do ano passado.

Os PALOP registaram uma variação homóloga positiva em 12,6%, enquanto a EFTA e os EUA registaram variações negativas de 16,7% e 5%, respectivamente.

Outras Notícias