Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Défice da balança de transacções correntes aumenta para 218,4 mil milhões

O défice da balança de transacções correntes aumentou para 218,4 mil milhões de dólares no segundo trimestre (172,45 mil milhões de euros), o equivalente a 6,6% do PIB. Este é o segundo valor mais alto de sempre, superando as estimativas dos analistas.

Negócios negocios@negocios.pt 18 de Setembro de 2006 às 13:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O défice da balança de transacções correntes aumentou para 218,4 mil milhões de dólares no segundo trimestre (172,45 mil milhões de euros), o equivalente a 6,6% do PIB. Este é o segundo valor mais alto de sempre, superando as estimativas dos analistas.

Em relação ao primeiro trimestre, o défice agravou-se em 2,44%, face aos 213,2 mil milhões registados em 2006. O crescimento do défice tem sido "acomodado" pela procura de activos americanos, nomeadamente os títulos de dívida.

O aumento das importações é o principal factor que tem agravado o défice da balança de transacções correntes, com a subida do preço de compra ao estrangeiro dos combustíveis a ter um peso significativo.

"O dólar tem caído substancialmente durante o último ano, e isso é algo que tem de se ter em mente quando o défice chega a estes níveis", afirma Stephen Malyon, economista da Scotia Capital Markets, em Toronto, citado pela agência Bloomberg.

Os Estados Unidos precisam de "atrair" cerca de 2,4 mil milhões por dia para financiar o défice.

Ver comentários
Outras Notícias