Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Défice do Comércio Extracomunitário agrava-se

Nos três meses entre Novembro de 2007 e Janeiro de 2008, as exportações cresceram 8,6% enquanto as importações avançaram 20,7% face ao mesmo período do ano anterior, o que levou a um agravamento do défice da balança comercial com os Países Terceiros para

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 10 de Março de 2008 às 11:08
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Nos três meses entre Novembro de 2007 e Janeiro de 2008, as exportações cresceram 8,6% enquanto as importações avançaram 20,7% face ao mesmo período do ano anterior, o que levou a um agravamento do défice da balança comercial com os Países Terceiros para os 1.451 milhões de euros face aos 993,9 milhões de euros obtidos entre Novembro de 2006 e Janeiro de 2007, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

A mesma fonte acrescenta no relatório com as "Estatísticas do Comércio Extracomunitário" referente a Janeiro de 2008 que "face ao período homólogo, os maiores aumentos nas importações registaram-se nos combustíveis e lubrificantes, no material de transporte e acessórios e nos produtos alimentares e bebidas, enquanto que nas exportações, foram as categorias dos combustíveis e lubrificantes, dos produtos alimentares e bebidas e dos fornecimentos industriais, que registaram maiores acréscimos".

A taxa de cobertura das importações pelas exportações recuou 6,8 pontos percentuais face ao mesmo período do ano anterior de 67,7% para 60,9%.

Excluindo a categoria dos combustíveis e lubrificantes, entre Novembro e Janeiro, as exportações subiram 2% enquanto as importações somaram 11,6% relativamente a igual período homólogo, o que demonstra a importância destes produtos no que toca ao comércio extracomunitário e o seu peso no saldo da balança comercial com os países terceiros.

Em relação à evolução homóloga mensal, em Janeiro de 2008, as exportações aumentaram 15,1% enquanto as importações subiram 22,2% face ao mesmo mês de 2007.

Mais lidas
Outras Notícias