Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Depois da "fiesta" do futebol, os protestos dos trabalhadores espanhóis

Depois da "fiesta" do futebol, os protestos. Os sindicatos espanhóis iniciam hoje as manifestações de protesto contra a reforma laboral. CCOO e UGT programaram para hoje um total de 21 manifestações e 13 concentrações, entre outras acções, tais como assembleias gerais convocadas pelos sindicatos. O Metro de Madrid continua em greve.

Lúcia Crespo lcrespo@negocios.pt 30 de Junho de 2010 às 09:43
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
Depois da "fiesta" do futebol, os protestos. Os sindicatos espanhóis iniciam hoje as manifestações de protesto contra a reforma laboral. CCOO e UGT programaram para hoje um total de 21 manifestações e 13 concentrações, entre outras acções, tais como assembleias gerais convocadas pelos sindicatos. O Metro de Madrid continua em greve.

As centrais sindicais manifestam-se contra as políticas de “cortes salariais e supressão de direitos” aos trabalhadores do governo liderado por José Luis Rodríguez Zapatero. Os sindicatos já avançaram com o mote a usar durante a greve geral, apontada para dia 29 de Setembro: “Huelga general, yo voy!!”.

Os trabalhadores do Metro de Madrid continuam hoje a sua greve de três dias, iniciada segunda-feira, em protesto contra a redução salarial de 5%. Ontem, sem assegurar serviços mínimos, a greve dos trabalhadores do Metro colapsou a cidade de Madrid, refere a imprensa espanhola.

Hoje, milhares de madrilenos poderão voltar a enfrentar autocarros lotados, filas de trânsito, táxis cheios, caos nas ruas.

Ver comentários
Outras Notícias