Política Descentralização concretizada esta legislatura, afirma ministro da Administração Interna

Descentralização concretizada esta legislatura, afirma ministro da Administração Interna

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou hoje que a descentralização de competências das autarquias "será concretizada nesta legislatura", garantindo que o Governo está "firmemente empenhado" nesse sentido.
Descentralização concretizada esta legislatura, afirma ministro da Administração Interna
Nuno André Ferreira/Lusa
Lusa 03 de março de 2018 às 16:20

"A descentralização será concretizada nesta legislatura, estamos firmemente empenhados nisso. As alterações institucionais terão de decorrer daí, faz sentido que o acompanhem, mas há alterações que são mais do que alterações legislativas, são de alteração daquilo que são modelos de cultura de funcionamento, reforçando aquilo que é uma função deliberativa e fiscalização política", disse Eduardo Cabrita.

 

O ministro da Administração Interna falava à Agência Lusa à margem do Segundo Encontro Nacional de Assembleias Municipais, que decorre hoje em Lisboa, juntando presidentes de Assembleias Municipais de todo o país e ilhas.

 

Segundo Eduardo Cabrita, num quadro de descentralização, as Assembleias Municipais "têm uma intervenção claramente reforçada" uma vez que, "aumentando as competências que são decididas a nível local, aumenta também a transparência, o escrutínio político e a capacidade de fiscalização". "As assembleias terão de adaptar a sua cultura de funcionamento e os seus instrumentos operativos àquilo que é um quadro de competências alargado", frisou.

 

A proposta governamental de descentralização prevê a transferência de competências, entre outras, nas áreas da educação, saúde (cuidados primários e continuados), acção social (com a rede social), transportes, cultura, habitação, protecção civil, segurança pública, áreas portuárias e marítimas e gestão florestal.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
pertinaz 04.03.2018

DEVE SER VERDADE... ESCUMALHA...!!!

Dono dos Burros 03.03.2018

O POVO votou NÃO à REGIONALIZAÇÃO. Estes FdaP arranjam maneira de espatifarem o dinheiro em mais tachos e capelinhas. De que vale VOTAR? Corja que não é presa.

pub