Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Desemprego em França cai mais do que o esperado

A taxa de desemprego na França, terceira maior economia da Europa, caiu inesperadamente pelo segundo mês consecutivo em Novembro, indiciando que as previsões de um rápido crescimento económico poderá estar a encorajar as empresas a procurarem mais pessoal

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 31 de Dezembro de 2003 às 09:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A taxa de desemprego na França, terceira maior economia da Europa, caiu inesperadamente pelo segundo mês consecutivo em Novembro, indiciando que as previsões de um rápido crescimento económico poderá estar a encorajar as empresas a procurarem mais pessoal.

A taxa de desemprego baixou de 9,7% para 9,6%, o que significa o máximo em mais de três anos, disse o Instituto Nacional de Estatísticas francês (Insee).

O número de pessoas à procura de emprego baixou em sete mil para 2,62 milhões, de acordo com os cálculos da Organização Internacional do Trabalho, segundo a mesma fonte.

O Insee prevê que no próximo ano a economia francesa poderá expandir-se em 2%, a maior taxa de crescimento desde 2001, uma vez que os manufactureiros aumentaram a produção para acompanhar o ritmo do aumento das exportações para a China. O crescimento da Alemanha e dos Estados Unidos, em 2003, foi o menor em dez anos.

A confiança dos empresários franceses atingiu, este mês, um máximo em 31 meses na perspectiva de exportações mais fortes, reflectindo uma melhoria no sentimento dos executivos da Zona Euro.

«Todos os indicadores apontam para uma recuperação», disse Jean-Francois, porta-voz do governo francês, segundo a Bloomberg.

Na Alemanha, o desemprego caiu pelo terceiro mês consecutivo em Novembro. A taxa de desemprego da maior economia da Europa permaneceu nos 10,5% durante três meses, abaixo dos 10,7% verificados em Abril.

Mais lidas
Outras Notícias