Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Desemprego no Reino Unido recua em Março para mínimo de 26 anos

quebra em Março, pelo terceiro mês consecutivo, para o valor mais baixo de 26 anos. Este dado poderá instigar o Banco Central da Inglaterra a subir as taxas de juro. A taxa de desemprego manteve-se inalterada nos 3,1%.

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 17 de Abril de 2002 às 10:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O nível de desemprego no Reino Unido registou uma quebra em Março, pelo terceiro mês consecutivo, para o valor mais baixo de 26 anos. Este dado poderá instigar o Banco Central da Inglaterra a subir as taxas de juro. A taxa de desemprego manteve-se inalterada nos 3,1%.

O número de pessoas sem emprego no Reino Unido registou uma quebra de 6.000, para os 939,6 mil, de acordo com os dados do Governo. A taxa de desemprego permaneceu inalterada nos 3,1%, o valor mais baixo desde 1975.

Os analistas contavam que o número de pessoas sem emprego e a taxa de desemprego se mantivessem sem alterações face ao mês precedente.

A retoma do emprego evidência uma clara recuperação da economia britânica, com as empresas a voltarem a contratar trabalhadores depois dos despedimentos verificados no último trimestre de 2001.

Este indicador poderá apressar o Banco Central de Inglaterra a aumentar o preço do dinheiro depois de em 2001, ter procedido a um corte nos juros que levou a taxa de refinanciamento junto ao banco central para o valor mais baixo em 38 anos.

A rendibilidade implícita nos contratos futuros sobre a libra esterlina com vencimento a Junho, permanece nos 4,41%, espelhando as expectativas dos investidores na dimensão da subida dos juros para o mesmo período.

Outras Notícias