Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Despesa com subsídio de desemprego continua a crescer acima de 9%

Apesar de estar a desacelerar, a despesa com subsídios de desemprego continua acima dos 9%, enquanto as contribuições para a Segurança Social crescem ligeiramente, mostram os dados da síntese de Execução Orçamental, publicada quinta-feira pela Direcção Geral do Orçamento (DGO).

Nuno Aguiar naguiar@negocios.pt 24 de Outubro de 2013 às 20:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

Até Setembro deste ano, a Segurança Social gastou 2083 milhões de euros, um crescimento de 9,4% face ao mesmo período de 2012. Até Agosto, esta rubrica da despesa com prestações sociais estava a crescer 9,8%. Ao mesmo tempo, as contribuições e quotizações aceleraram ligeiramente, registando um crescimento de 0,6% nos primeiros nove meses do ano.

 

No total, a despesa com prestações sociais está a crescer 6,8%, influenciada principalmente pelas pensões, cujos gastos estão a avançar 10,1% até Setembro, devido ao pagamento em duodécimos do 13º mês dos pensionistas.

 

Os dados da DGO mostram que os gastos com acções de formação profissional com apoio do Fundo Social Europeu aumentaram 11,5%, uma variação inferior aquela que se observava até Agosto (14,4%). A despesa associada ao Programa de Emergência Social (PES) e ao Apoio Social Extraordinário (ASECE) cresceram, entre ambas, 72,3%.

Até Setembro, o saldo global da Segurança Social passou de 244,2 milhões em 2012 para 427,5 milhões de euros este ano.

Ver comentários
Saber mais execução orçamental DGO subsídio de desemprego emprego contribuições Segurança Social
Outras Notícias